sexta-feira, 5 de junho de 2009

NOTURNOS


Um comentário:

Cesar Cruz disse...

Engraçado que essa imagem me pede um distanciamento... não sei se sei explicar... Fico olhando e desejando que a "câmera" se afaste, e que o todo, o aspecto total, finalmente se desnude... Mas talvez não haja esse todo, como uma lente que vê de longe. Mas talvez (e possivelmente) seja só assim: uma eterna e bela aflição.

abç
Cesar